Tênis Masculino e Feminino em Cacoal / Rondônia




Buscando por tênis em Cacoal?

Você acabou de encontrar!



Nós da Adaption sabemos que Cacoal é uma cidade de pessoas que valorizam o bem estar.

Foi pensando nisso que desenvolvemos toda a linha de produtos Adaption.

Estudos mostram que comodidade nos pés faz toda a diferença.

Você sabia que um calçado confortável pode diminuir o estresse corporal e melhorar o seu humor?

Legal neh? Através de nossos produtos Adaption, você terá um experiência indescritível!

Quem já conhece nossos produtos sabe de toda a qualidade e durabilidade de cada um deles, e quem não conhece, precisa conhecer, afinal, só a Adaption oferece uma variedade incrível de tênis masculino, feminino, blusas, chinelos, entre outros, que agradam a todos os gostos e não decepcionam nos quesitos resistência e durabilidade.

Temos modelos incríveis e para todos os gostos!

Nós garantimos uma entrega segura e rápida em Cacoal!

Oferecemos um processo bem simples e rápido de troca/devolução, caso precise.

Boas compras!

https://www.adaption.com.br


Conheça um pouco mais sobre  Cacoal Rondônia:

Gentílico: cacoaense

Histórico

Quarta maior cidade do Estado de Rondônia, surgiu com a implantação do Projeto Integrado de Colonização PIC Gi-Paraná, em 1972.
A vila de Cacoal surgiu na década de 60 quando iniciaram a abertura da BR-364, mas a denominação da região existe desde o tempo de Marechal Rondon. Conta o professor e historiador, Amizael Gomes da Silva, no livro: ?No Rastro dos Pioneiros: um pouco da história de Rondônia?, que Rondon teria recomendado ao guarda-fio Anízio Serrão, que construísse uma casa e requeresse o local próximo à margem do rio Machado, onde havia notado grande quantidade de cacau nativo. Serrão requereu o local para si e denominou-o Cacoal. Isso ocorreu em 1912.
Em 1960, o seringueiro e garimpeiro José Cassimiro Lopes construiu um tosco barraco no lado esquerdo da rodovia, ali permaneceu até o início da década de 70, quando intensificou os trabalhos de abertura da estrada e começaram os problemas, principalmente no inverno, quando apareciam grandes lamaçais, sendo que um desses ficava nas proximidades da casa do seringueiro, entre os igarapés Pirarara e Tamarupá. Impedidos de prosseguir viagem, os motoristas esperavam na casa do seringueiro e depois construíram tapiris onde passaram a expor suas mercadorias que levavam à venda para evitar que se estragassem.
José Cassimiro Lopes que havia requerido as terras ao Governo do Mato Grosso para extração de látex, no início do Projeto de Colonização e a formação da Vila de Cacoal, teve parte delas desapropriada, restando-lhe a que hoje abrange os conhecidos bairros Bandeirantes, Arco-íris, Vista Alegre e parte do Setor Industrial.
As terras férteis atraiam os migrantes que iniciaram invadi-las. Os motoristas, aos poucos iam se transformando em comerciantes, oferecendo aos agricultores fornecimento de gêneros de primeira necessidade e confecções. (